17 de janeiro de 2016

Exigência paradoxal

A vida nos exige, simultânea e fundamentalmente, duas coisas: que não tenhamos pressa e que sintamos sua urgência. Responder em cada dificuldade a tal paradoxo é tarefa inescapável, interminável e pessoalíssima. Corresponder o máximo possível à tensão que daí provém é - que fazer? - o único caminho para uma vida realmente fecunda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário